5 plantas para o tratamento da tosse


Sofre de tosse, ou os seus entes queridos têm esta sintomatologia? Vamos apresentar-lhe algumas plantas que podem ser usadas para o seu tratamento, seja de tosse produtiva, seja de seca.

 

Antes do mais, conhece os mecanismos fisiológicos da tosse?

A tosse é uma contracção espasmódica, repentina e frequentemente repetitiva da cavidade torácica, resultando em uma violenta expulsão de ar, acompanhado por um som característico.

Tem por finalidade a expulsão de expectoração, corpos estranhos, substâncias irritantes (poeiras, bactérias, vírus, fungos e outras substâncias), que estejam a irritar ou a obstruir as passagens de ar na faringe, laringe, traqueia ou pulmões.

 

Na flora ocidental, temos várias plantas com tropismo para o aparelho respiratório, algumas certamente bem conhecidas por si.

  1. Agrião: Nasturtium officinale Brown

Usado no tratamento de catarros das vias respiratórias. Em infusão é recomendado o uso de 2g por chávena, várias vezes por dia.

Para além de expectorante, tem propriedades remineralizante, vitamínico e diurético.

 

  1. Tomilho: Thymus vulgaris e T. zygis L.

Indicado principalmente para a tosse produtiva e bronquite, assim como para a tosse coqueluchoide. Afecções das vias respiratórias (gripe, catarros, tosse irritativa) e afecções da orofaringe.

As partes usadas são as aéreas floridas e óleo essencial.

Como infusão, recomenda-se o uso de uma colher de sobremesa ou 1 a 2 g por chávena, 3 chávenas por dia, antes ou depois das refeições.

O uso do óleo essencial é contra-indicado durante a gravidez e a aleitação.

 

  1. Alcaçuz: Glycyrrhiza glabra

Tem acção expectorante, mucolítica e antitússica. Emoliente respiratório, suavizante da tose e bronquite.

Também é usado como coadjuvante no tratamento de inflamações da mucosa gástrica e preventivo da úlcera péptica.

São usadas as raízes ou os rizomas.

Dose média diária não deve ultrapassar 5 a 10 g.

 

  1. Eucalipto: Eucalyptus globulus

Principais indicações como anti-séptico das vias respiratórias. Usado para gripes, bronquites, tosse e inflamações orofanríngeas, entre outras.

Podem ser usadas as folhas ou o óleo essencial.

Em caso de prescrição de inalações com o óleo essencial, deve ser feito primeiro o teste de tolerância (aplicar durante 15 seg e esperar 30 min). Usar o óleo essencial no máximo0,06 a 0,2 mL por dia.

 

  1. Alteia: Althea officinalis

Uso aprovado pela comissão europeia  no tratamento da tosse seca e respectiva irritação da mucosa oral e faríngea.

São usadas as raízes e por vezes as folhas e flores.

Como infusão (folhas e flores), recomenda-se 1 a 2 g por chávena, 3 ou mais chávenas por dia.

Nota: o conhecimento e uso de plantas não invalida a procura de aconselhamento e tratamento médico especializados

 

Fonte: Plantas e Produtos vegetais em fitoterapia, Fundação Calouste Gulbenkian

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.